Instituto Superior Técnico

Direção de Projectos

Enquadramento

A Direção de Projetos exerce as suas atribuições nos domínios da gestão de projetos do IST, competindo-lhe assegurar a gestão administrativa e financeira dos projetos, de forma a apoiar os investigadores responsáveis na negociação, abertura, execução e elaboração dos relatórios financeiros dos projetos, assegurando a prestação de contas perante as entidades financiadoras, bem como a elegibilidade das despesas dos projetos, o seu controlo orçamental e de tesouraria e procedendo ao apuramento anual dos valores da Estrutura de Custos.

Enquadramento legal

Foi publicado o Regulamento geral de organização e de funcionamento dos serviços de natureza administrativa e de apoio técnico do Instituto Superior Técnico (Despacho n.º 1503/2017, de 14 de fevereiro (PDF, 272KB)), estabelecendo a estrutura orgânica dos serviços de natureza administrativa e de apoio técnico do IST no qual se enquadra a Direção de Projetos.

Estrutura

A Direção de Projetos está estruturada da seguinte forma (de acordo com a tipologia de projetos):

  • Gabinete de Apoio Técnico a Projetos e ao Investigador (GATPI): compete dar apoio técnico à elaboração de candidaturas a projetos de investigação de financiamento nacional ou internacional, promover a uniformização de procedimentos de gestão de projetos no IST e dinamizar a identificação de novas oportunidades de projetos.
  • Núcleo de Projetos Nacionais (NPN): compete acompanhar e garantir a execução financeira do orçamento assim como a execução dos relatórios financeiros e, ainda, acompanhar as ações de auditoria dos projetos financiados no âmbito do Sistema Cientifico e Tecnológico Nacional.
  • Núcleo de Projetos Internacionais (NPI): compete acompanhar e garantir a execução financeira do orçamento assim como a execução dos relatórios financeiros e, ainda, acompanhar as ações de auditoria dos projetos financiados por fundos estruturais e de investimento da Comissão Europeia, ou por Organizações Internacionais.
  • Núcleo de Projetos do IPFN: compete realizar todas as operações necessárias à boa execução de todos os projetos do Instituto de Plasmas e Fusão Nuclear (IPFN).
  • Núcleo de Projetos DECivil: compete realizar todas as operações necessárias à boa execução de todos os projetos do Departamento de Engenharia Civil, Arquitetura e Georrecursos (DECivil).

Competências gerais

  • Apoio na elaboração de candidaturas a novos projetos;
  • Abertura de projetos na plataforma informática de gestão
  • Controlo do recebimento dos “overheads”
  • Acompanhamento da execução financeira do orçamento do projeto
  • Verificação dos processos de despesa quanto à sua elegibilidade e legalidade
  • Verificação de cabimento financeiro e consequente autorização de despesa
  • Gestão da receita (incluindo a transferência de financiamento nos casos de consórcios liderados pelo IST)
  • Preparação e execução dos relatórios financeiros
  • Encerramento de projetos
  • Acompanhamento de auditorias financeiras.